Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/missaourbana.org/public/wp-content/plugins/pa-plugin-utilities/classes/controllers/IASD_Menu.class.php on line 75
    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/missaourbana.org/public/wp-content/plugins/pa-plugin-utilities/classes/controllers/IASD_Menu.class.php on line 40 Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/missaourbana.org/public/wp-content/plugins/pa-plugin-utilities/classes/controllers/IASD_Menu.class.php on line 75

Missão Urbana

União Central Brasileira

O Poder da Oração

por Mark Finley

Enquanto dirigia uma série de conferências evangelísticas em uma das grandes cidades do Leste, observei que três jovens senhoras sempre traziam suas Bíblias e procuravam com cuidado cada texto que se apresentava. Elas pareciam ser distintas senhoras cristãs, e ali estavam, noite após noite.

Mas quando eu comecei a discutir algumas verdades que nós, Adventistas do 7o. Dia, enfatizamos, notei que elas ficaram apreensivas. E numa quarta-feira à noite, após minha apresentação, as três senhoras disseram: “Aqui está toda a literatura que vocês nos têm dado. Não a queremos mais. Nosso pastor falou conosco e nos mostrou que os Adventistas do 7o. Dia são legalistas. Ele nos disse que não estamos sob a lei, mas sob a graça e que, portanto, o sábado não faz nenhuma diferença. Assim, não viremos mais às suas reuniões.”

Elas saíram e eu fiquei, naturalmente, muito decepcionado. Naquela noite, antes de me deitar, orei por aquelas jovens senhoras. Orei durante uns dois ou três minutos, e fui dormir. Mas naquela mesma noite, Mike, um de meus instrutores bíblicos, não foi direto para casa. Ele dirigiu-se à igreja e começou a orar pelas reuniões. Ele ficou impressionado com aquelas três senhoras e sinceramente apresentou seu caso diante de Deus numa oração intercessória. Ele perdeu a noção do tempo e ficou ali orando por mais o menos uma hora e meia.

Perto da meia noite Mike sentiu que sua oração seria atendida, que o Espírito Santo o visitaria e que o Todo poderoso alcançaria e tocaria aquelas jovens senhoras. No sábado seguinte, Mike estava cumprimentando as pessoas que chegavam à igreja. Para seu espanto, aquelas mesmas senhoras que haviam rejeitado as nossas apresentações evangelísticas vinham chegando. Depois de mostrar surpresa, Mike recebeu-as e saudou-as entusiasticamente. Uma delas disse: “Nestes últimos dias temos ficado confusas. Acreditamos que temos ouvido a verdade nestas reuniões. Acreditamos que esta é a mensagem de Deus. Não pudemos deixar de voltar.”

Este é o poder da oração. Esta experiência me fez compreender que eu havia sido muito complacente, muito despreocupado. Eu tinha orado só por um momento ou dois, mas meu colega persistiu na oração; sua prece subiu mais e mais alto até o trono de Deus e anjos desceram do Céu e levaram aquelas mulheres de volta às reuniões. NÓS PRECISAMOS ORAR ATÉ REALMENTE FAZER CONTATO COM O TRONO DA GRAÇA, ATÉ OBTERMOS ALGUMA CERTEZA DE UMA RESPOSTA.

A oração intercessória é bíblica? Somos instruídos a orar pela salvação de outros? Certamente. Colossenses 1:3: “Damos sempre graças a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, quando oramos por vós.” OS GANHADORES DE ALMAS, LEVANDO NOMES ESPECÍFICOS DIANTE DE DEUS, TORNAM-SE CANAIS DE LUZ E VIDA, DO TRONO DE DEUS AOS OUTROS. Ellen White nos diz: “Oração e fé farão o que nenhum poder na terra pode realizar.” Ministry of Healting, p. 509.

As barreiras do preconceito são derrubadas diante da oração da fé; o ceticismo e a resistência também. Tenho visto muitas pessoas que parecia ser impossível ganhá-las, se converterem a Cristo, quando crentes fiéis oraram por elas. Às vezes ficamos um pouco confusos a respeito da oração intercessória. Pensamos: Deus não está fazendo todo o possível para, de alguma maneira, alcançar o perdido? Que diferença fazem minhas orações? Eu certamente não posso aumentar o Seu amor pelas pessoas.

Vamos considerar quatro razões pelas quais devemos interceder em oração pelas outras pessoas.

  1. A ORAÇÃO POSSIBILITA QUE DEUS FALE COMIGO

Quando começamos a orar sinceramente, Deus terá mais condições de revelar os pecados ocultos em nossa própria vida, que podem nos impedir de trabalhar efetivamente pelos outros. Deus pode dizer “Existe algo em sua vida que Eu quero que você resolva.”

Foi quando Josué pleiteou com Jeová por causa da derrota de Israel em Ai que Deus lhe mostrou o que estava errado: “Você tem que resolver o problema do pecado no acampamento.” DEUS USA A ORAÇÃO PELOS OUTROS PARA NOS FALAR SOBRE O QUE PODE IMPEDIR O DERRAMAMENTO DE SEU ESPÍRITO.

2. A ORAÇÃO INTENSIFICA MEU DESEJO

Quanto mais oramos por uma pessoa, mais queremos trabalhar por ela. A oração é a maneira pela qual Deus nos motiva, e mostra onde devemos concentrar nossos esforços. A oração é o prelúdio da ação redentora.

3. A ORAÇÃO COLOCA-ME EM SINTONIA COM A SABEDORIA DIVINA

Quando nos comunicamos diretamente com Deus, abrimos nossas mentes à influência do Espírito. A oração coloca-nos em sintonia com a freqüência divina. Deus pode nos instruir quanto ao melhor método de alcançar outros.

Certa noite, uma senhora que havia estudado a Bíblia comigo, assistiu a uma série evangelística e estava se preparando para o batismo, disse ao pastor local: “Estou muito triste porque não poderei ser batizada.” Ela estava sendo muito pressiona da pelo marido. Seu patrão dissera que ela perderia o emprego se não fosse trabalhar aos sábados. Aquela mulher fez, então, o pastor prometer que não a visitaria novamente.

O pastor contou-me sobre o seu desapontamento. Aquela senhora era uma crente brilhante, que amava a Jesus. Eu disse a ele: “Pastor, deixe-me orar sobre isto. Preciso da sabedoria de Deus; eu não sei o que fazer.”

Assim, orei bastante naquela noite. O Senhor impressionou-me que a primeira coisa que eu devia fazer pela manhã era vir visitá-la. Eu tinha minhas objeções. Mas a convicção prevaleceu: visitá-la. Ela havia feito o outro pastor prometer não visitá-la; eu não. E a pior coisa que poderia acontecer era ela me expulsar da casa.

Cedo na manhã seguinte dirigi-me à sua casa – e dois enormes cães avançaram contra mim. Toquei a campainha e permaneci com o dedo nela enquanto aqueles cães ficaram rosnando e latindo em meus calcanhares. Mal a mulher abriu a porta eu já estava do lado de dentro.

Eu me justifiquei dizendo que ela provavelmente não queria que um pregador fosse devorado em frente de sua casa. Ela sorriu e convidou-me para sentar. Falamos sobre as dúvidas que estavam confundindo sua família. Aquela senhora queria ser batizada, mas estava sob grande pressão da família e do trabalho.

Conversamos durante uma hora. Seu marido chegou e conversamos mais uma hora. Seus filhos chegaram e conversamos mais. Duas horas e meia após ter escapado dos cães, toda a família concordou em ir para o batismo daquela senhora. Ela tornou-se fiel membro de uma de nossas igrejas.

Eu nunca imaginei que devia ir visitar aquela mulher naquela manhã. Foi Deus que deu-me sabedoria para procurá-la da maneira certa, no tempo certo. E Ele deu-me sabedoria através da oração.

4. A ORAÇÃO ABRE NOVOS CANAIS PARA DEUS AGIR

Esta é talvez a mais importante razão de todas. Deus está sob certas limitações no grande conflito entre o bem e o mal. Ele está obrigado a realizar muito de Seu trabalho neste planeta através de agentes humanos. E a oração é um meio de possibilitar que Deus realize mais, através de nós.

“Faz parte do plano de Deus conceder-nos, em resposta à oração da fé, aquilo que Ele não nos daria se não o pedíssemos.” O Grande Conflito, p. 525

Daniel 10 mostra-nos o profeta jejuando e orando por três semanas. Ele estava rogando a Jeová em benefício de Seu povo que estava no cativeiro babilônico por 70 anos. Suas orações subiram ao santuário celeste, e Deus enviou anjos para influenciar o Rei Ciro; o Espírito começou a impressionar este monarca para permitir que os hebreus voltassem para Jerusalém. Havia também agentes satânicos em ação, anjos maus tentando influenciar a mente do Rei Ciro. Por três semanas houve uma luta entre os anjos da luz e os anjos das trevas.

Finalmente, quando Daniel continuou intercedendo, o próprio Miguel desceu do Céu e venceu as forças demoníacas. O Rei Ciro decidiu deixar livres os hebreus.

Algo semelhante acontece a todas as pessoas que estão diante da escolha da salvação. Os anjos do mal atuam sobre sua mente, afastando-as de Cristo, prendendo-as seus pecados. Mas o Espírito Santo e os anjos celestes também estão em ação procurando atraí-las para a graça e a verdade. E nossas orações fazem com que Deus atue mais poderosamente. As pessoas continuam tendo que tomar sua decisão, mas nossa intercessão pode ajudá-las a escolher a vida. A ORAÇÃO ABRE NOVOS CANAIS DE INFLUÊNCIA; ela dá ao Espírito maiores oportunidades para atuar.

A oração intercessória é uma parte vital ao ganhar almas. Como podemos torná-la prática? Primeiro, faça uma lista de oração. Escreva os nomes daqueles por quem você está trabalhando. Escreva três ou quatro nomes e leve-os ao trono da graça regularmente, cada dia.

Em segundo lugar, reúna-se com outros crentes e orem juntos por estas pessoas. Lembre-se da promessa de Mateus 18:19: “… Se dois dentre vós, sobre a terra, concordarem a respeito de qualquer coisa quer porventura pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai que está nos céus.” Portanto, forme um grupo de oração. As orações em conjunto têm um poder especial. Ellen White pergunta: “Por que dois ou três não se reúnem e clamam a Deus pela salvação de alguém em especial, e a seguir por outros?” Testemunhos, vol. 7, p. 21.

VAMOS EXPANDIR O PODER DE DEUS POR MEIO DE PERSEVERANTE ORAÇÃO. Vamos cumprir nossa missão especial no grande conflito. Neste Seminário você aprendeu como cativar e fazer amigos para Deus, como mudar uma conversa casual numa oportunidade espiritual, como dar estudos bíblicos apresentando Cristo primeiro, como usar o poder de Deus através da Palavra e através da oração. Portanto, vamos começar, com dedicação. Vamos nos transformar em ganhadores de almas. Fazer uma lista de oração pode ser um primeiro passo poderoso.

Estamos semeando as sementes do Evangelho na vida das pessoas. Nem todos responderão da primeira vez. Mas, cada semente, cada testemunho, cada palavra de ânimo, cada folheto distribuído, cada estudo dado, conduz grande promessa de vida futura. Um dia virá a chuva e uma grande colheita brotará da terra. As sementes espalhadas nas trevas, aqueles encontros que pensávamos que não produziriam nenhum fruto, brotarão para a luz. Haverá uma surpreendente e farta colheita para Deus. Louvado seja o Seu nome porque nós podemos ser parte dela, agora e no final.

NOSSAS ORAÇÕES FAZEM COM QUE DEUS ATUE MAIS PODEROSAMENTE.

DISCUSSÃO E PARTICIPAÇÃO

1. Há diferentes tipos de ministros da oração. Alguns preparam e distribuem a “Lista de oração”. Outros participam em “Grupos de Oração”, enquanto alguns formam uma “Corrente de Oração”. Que método de oração você acha mais significativo?

2. Partilhe os resultados de algumas de suas experiências pessoais na oração intercessória. Você já orou por uma esposa, um filho, um amigo e viu o Senhor atuar diretamente como resultado?

3. Fale sobre o compromisso da última semana. Você foi capaz de interessar alguém no estudo da Escritura? Como a pessoa respondeu? Os participantes devem falar sobre outras experiências em testemunhar que tenham tido.

INTERAÇÃO COM A PALAVRA

1. O que a escritura promete que acontecerá aos que fazem seus desejos um assunto de oração? (Fil. 4:6 e 7)

2. Note como Tiago liga o poder da oração com o resgate dos pecadores em Tiago 5:16 a 20.

3. Paulo admoesta Timóteo a tornar a oração intercessória uma prioridade para os crentes, e também sugere por que devemos rogar pelos outros em I Timóteo 2:1-4. Qual é a base para o coração intercessória?

4. Jesus deu-nos o maior exemplo de oração intercessória em João 17. O que podemos aprender sobre orar pelos outros, nestes versos?